Guimarães é a primeira cidade portuguesa a assinar a declaração Europeia das Cidades Circulares, a par das cidades europeias de Ghent, Praga, Copenhaga, Helsínquia, Budapeste, Florença, Oslo, Liubliana e Malmo.

A estratégia para a Economia Circular de Guimarães, adotada desde 2016, pretende caminhar para uma sociedade mais eficiente em termos de recursos com baixo teor de emissões de carbono e socialmente mais responsável, através do envolvimento dos cidadãos e do setor privado.

Em 2021 surge a RRRCICLO, que pretende ser o nome da estratégia global de Economia Circular assumida por Guimarães, em consonância com os desígnios e metas europeias. Desde logo, a RRRCICLO pretende transformar os modelos lineares de produção e consumo, para modelos circulares de partilha, reutilização, reparação e reciclagem de materiais e produtos existentes, com a inerente redução do desperdício ao mínimo.

No período 2021–2030 a RRRCICLO, a par de outros projetos de Economia Circular a serem implementados na cidade, dará particular enfase à circularidade dos biorresíduos, seguindo assim as diretrizes europeias de que, todas as cidades europeias terão que obrigatoriamente adotar um sistema de recolha seletiva de biorresíduos e metas mais exigentes de reciclagem, a partir de dezembro de 2023.

Neste sentido, Guimarães iniciará esta transformação através da adoção implementação de um Plano de Gestão de Biorresíduos, em que o cidadão e, claro, as escolas, serão os principais atores dessa nova dinâmica.

Tema chave para o ano letivo 2021/2022 – Biorresíduos
A proposta temática para ação, na atividade âncora RRRCICLO para o biénio 2021/2022, serão os biorresíduos. Toda a comunidade educativa – docentes, operacionais, encarregados de educação e técnicos – será convocada para a separação dos biorresíduos e a realização do processo de compostagem doméstica e/ou comunitária, em casa e na escola.

No âmbito, deste tema de ação, todas escolas serão equipadas com compostores e receberão formação e acompanhamento, através de uma sessão, em ambiente escolar, promovida pelos técnicos de Educação Ambiental do Laboratório da Paisagem. (Inscreva-se através do formulário anexo)

O objetivo desta ação será consciencializar a comunidade educativa para uma redução substancial do lixo indiferenciado encaminhado para aterro sanitário, através da separação e valorização da maior parte dos biorresíduos produzidos, adotanto assim um verdadeiro compromisso ambiental.

Objetivos:
– Conhecer a importância de práticas que visam a redução e otimização dos resíduos;
– Conhecer formas de valorização dos resíduos;
– Adotar práticas de consumo responsável e sustentável;
– Refletir sobre a mudança de paradigma de uma economia linear para uma economia circular;
– Reconhecer uma economia verde enquanto estratégia para a produção de modelos mais sustentáveis.

Local: Escola

Duração: 60 minutos

Escolaridade: 1º Ciclo, 2º Ciclo, 3º Ciclo, Pré-Escolar, Secundário

Enquadramento: Biologia, Cidadania, Ciências Naturais, Educação Física, EV, EVT, Física e Química, Geologia, Matemática, Português

Promotores: Câmara Municipal de Guimarães, Laboratório da Paisagem

Inscreva-se nesta atividade
  • Ciclo de Ensino
  • Data pretendida para realizar a atividade
    Hora pretendida para realizar a atividade